segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Pulso Firme

Passei o domingo assistindo filme com minha mãe. A uns 6 anos que não fazemos isso, foi bom. Passei o dia na cama deitada com ela, sentindo o cheiro dela. Quanto tempo perdemos brigando uma com a outra, quanto tempo desperdiçado em tanta besteira.. 
Eu e minha mãe tínhamos o pior relacionamento possível, simplesmente não conseguimos viver em paz e harmonia. Basicamente eu fui tudo que minha mãe odeia, enquanto todos estavam dentro dos padrões, eu usava moicano. Minha mãe odiava se chamada na escola, e isso acontecia com frequência, me lembro que o 1° ano que pedir foi por falta, em agosto já tinha 120 faltas, não passaria de jeito nenhum, minha mãe ficou arrasada, dentro do ônibus sem dá uma palavra, sem olhar para minha cara. Ela me deixou de castigo por 4 meses, não assistia televisão, não poderia ir na rua, não comemorei e nem ganhei nada no meu aniversário, nem no natal, só poderia ficar no quarto e ler. Minha mãe tinha pulso, nunca cedeu um castigo meu, lembro que nos meus 18 anos, acabamos brigando e ela me pôs de castigo, ela não me batia a muito tempo, tudo era castigo, ela me matava assim, e enquanto eu ficava arrasada no quarto, todos os meus amigos montava uma festa surpresa, ela não deixou eu ir, as pessoas implorando a ela e ela dizendo: "Ela não vai sair hoje!" Depois, eles voltaram com tudo da festa, bolo, doces, bebidas, e ela não deixou eles entrarem, como morava no térreo, eles ficaram do lado de fora, bateram parabéns, dividiram o bolo e foram embora, algum tempo depois minha mãe disse que naquele dia tinha se sentido muito mal, mas que era necessário. E é verdade, hoje com uma filha de 2 anos, eu vejo como sofremos juntos com os filhos, como as vezes quero dá algo a Penélope e por desobediência dela, não dou e fico me sentindo mal, as vezes ela esta tão danada e eu me sinto tão cansada, falando, falando, e ela não dando atenção, para quem não sabe: Educar um filho é uma das coisas mais difíceis da vida! É massante, é repeti todo os dias o certo e o errado, é tenta trabalhar uma personalidade, é criar uma pessoa para lidar com o mundo. Não é fácil! E eu tento ter esse mesmo pulso firme de minha mãe, brigo com ela, coloco no castigo e a noite choro no travesseiro sentindo todo o peso dela, e talvez até mesmo pelos meus erros do passado, eu já vejo claramente os pontos negativos e positivos de uma personalidade forte que ela tem. Ontem mesmo, minha irmã Leandra - Que Penélope é apaixonada - comentava comigo alguns traços da personalidade dela, dizendo o quanto ela não gosta que as pessoas fiquem abraçando e agarrando ela, Leandra comentava que certa vez uma coleguinha dela foi abraçar e beijar ela e que ela ficou dura, pedindo para Leandra tirar a menina de cima dela, Leandra explicava que era só carinho e Penélope falando, "não gosto, não gosto" e fazendo cara de nojo. Depois falamos o quanto ela é autoritária, como gosta de fazer tudo sozinha, de uma independência tirada não sei dá onde, Leandra acha super normal, mas eu não, queria entender porque ela é assim, não sei se somos nos, eu e o pai dela que não vivemos com outras pessoas, somos mais reservados e ela acaba absorvendo essas coisas, não gostaria que ela fosse assim, para ela socializar, não quero que minha filha seja sozinha, é preciso passar pelas etapas da vida, e talvez isso faça com o que ela amadureça rápido e deixe passar certas coisas da sua vida. Em contra partida, Penélope ama os animais, não maltrata as pessoas, não é egoísta, nunca bateu em ninguém, é forte, não chora á toa, gosta de música, de dança, das bonecas dela, de bola.. Já vejo momentos conturbados daqui para frente, já vejo agente batendo de frente, e só peço a Deus uma coisa: Que eu tenha o mesmo pulso firme de minha mãe.

14 comentários :

Sophia Pazos disse...

Quando acho que vc escreveu seu melhor texto vc vem e me surpreende. Nunca li algo tão lindo e tão real...
Fico boba tb como vc tem memória de elefante e lembra de cada detalhe da sua vida...incrível!
Minha mãe tb tinha pulso firme comigo, mas era na base da porrada mesmo, me puxava pelos cabelos e tudo...e eu to aqui, vivinha da silva,kkkkkkkkk. Não sou a favor de bater não, castigo deixa a criança mais fula da vida e ela aprende que não é o centro do mundo. Tenho certeza que vc é uma ótima mãe, Lara.
Sabe qual é meu maior medo???
Que meus filhos não sejam apegados a ninguém(como eu), só a familia, e que tenham medos. O medo aprisiona a pessoa, não quero passar meus medos pra eles...bjubju

★★ GIZA ★★ disse...

Ter pulso firme e inecessário.
beijos

Denise Portes disse...

Lara,
Eu também acho educar filho muito difícil, mas nós temos uma estrela maravilhosa que é a nossa sensibilidade, a nossa vontade de não errar, o nosso saber pedir desculpas e acima de tudo essa vontade ENORME de acertar. Confia em você, sei que você vai fazer isso muito bem.
Beijos
Denise

Hoje quando você comentou no delírio eu tinha acabado de postar, sem querer, um texto que vou postar amanhã, pois hoje é o dia de postar o tema daquele meu projeto, lembra? Eu quero muito que você leia, pois o tema de hoje é humor. E o de amanhã já vou postar com seu comentário kkk, adorooo.
Beijosss

Winny Trindade disse...

Ela tem uma personalidade fortíssima!
É, você vai precisar de muita força, pois adolescência não é nada fácil, mas eu sei que você vai ser capaz de educar a Penélope do melhor jeito possível.

Abraço meu.

Bih Dias disse...

Posso chorar agora ou deixo pra depois? Muito lindo esse texto!

E que vc tenha mt paciência com Pepi. Imagino que ser mãe não é fáceel, mas vc consegue, pq se a Pepi é forte, ela deve ter herdado de vc! =)

Beijos, flor =*

Will e Fá disse...

Ei Lara!
Mnha mãe também tinha pulso firme e hoje agradeço a ela pelo que sou. Acho que o ditado é verdadeiro:é de pequeno que se torce po pepino. Se ensinar, der limites agora não terá grandes problemas com ela no futuro, agora quanto a personalidade forte...rrsrs isso não tem como mudar.

Beijs e boa semana pra vc!
Ah, citei o seu "finjo entender" no blog... espero que não fique chateada, mas acho engraçado.srsrs.
Fá!

Naty Santos disse...

Realmente é uma tarefa sem fim amiga.Sei o que é isso!
Mas,sei também que você é uma boa mãe,esforçada e que só quer o melhor pra sua filha.Você vai ter esse pulso sim!!

Torço por você!!!

Beijos minha amiga!!

Bia. disse...

Minha mãe também tem muito pulso firme. Hoje depois de crescidinha haha ela está mais tranquila comigo. Mas tadinho do meu irmão viu.. haha.
Beijo e boa semana pra ti! ;)

Preta disse...

Amanhã com calma venho visitar seu blog, hoje estou passando apenas para agradecer pelas palavras carinhosas, não posso negar, sou meio digamos "carente" hehehe detesto admitir isso, mas sou, acho que a incompreensão de meus pais a vida inteira, a rejeição de meu pai...tudo contribuiu para que me tornasse assim...
Querida obrigado, de coração pois é nessas horas que precisamos de algumas palavras, para nos sentirmos alguém...
Bjinhos em seu coração.

Luna Sanchez disse...

Criança aprende assim mesmo, flor, adquirindo hábitos por repetição e recebendo bons exemplos.

Nem sempre educar significa agradar, deve ser difícil sim.

Beijocas.

Leka disse...

Nossa Lara...esse teu texto está maravilhoso...você se superou!
Me fez lembrar das muitas coisas que meus pais não deixavam eu fazer, me castigava...na época eu ficava brava, mas hoje reconheço e vejo que foi o melhor pra mim!

Seja firme mesmo com penélope, pois por mais difícil que seja agora, um dia ela irá perceber o quanto você a ama e fez de tudo pra que ela viesse a se tornar uma ótima pessoa!

bjs, paz e boa semana!

DELUXE disse...

Não foi fácil mesmo hem. Mas eu creio que isso são fazer, eu brigava muito com a minha mãe também, hoje nós não fazemos isso mais, até a idade de 14 anos por ai a coisa não era fácil. Depois você vai crescendo e vê que não precisa disso tudo. Que é tudo coisa de adolescente. Acho que é normal, posso estar errada..
beeijos flor
ótima semana pra ti!!!

Dan disse...

De uns tempos pra cá , tenho vivido algo parecido com minha mãe , antes era tão tudo divertido , mas a medida que fui crescendo , fui ficando mais calado dentro de casa ...
preciso mudar esse meu hábito , pois minha mãe é a melhor mãe rs

_o/

Michele P. disse...

Lara

Tenho certeza de que assim como sua mãe, você saberá como educar a sua pequena. :)

Um abraço

Google Analytics Alternative