terça-feira, 9 de agosto de 2011

Vale a Nota: 2 em 1

1° Nota: As Peripécias de Penélope - A Primeira Surra
 No auge dos seus 2 anos e 6 meses ela tomou a primeira surra.
Então que ela conheceu a desobediência, fez amizade, resolveram que iriam andar juntas, se tornaram melhores amigas e não tem quem separe. Ontem pela manhã, coloquei Penélope de castigo 16 vezes, sim, 16! Foi o livro que disse 375 vezes para não pegar, foi a roupa de molho que não era para mexer, foi a sandália que estava suja que era para deixar na pia, foi a bola que não era para jogar para cima, foi os shampoos do banheiro que não era para pegar, foi a calcinha que era para vesti, mas como ela faz o que quer, pôs o short.. E lá foram uma manhã inteira de reclamações e castigo. Quando deu uma de tarde, depois de reclamar porque ela não queria escovar os dentes, e de ter derramado o suco. Depois começou a brincar com as garrafas de água que estavam na pia, eu tomei, disse que não era para pegar, ela pegar, olha para minha cara e faz, peguei ela, dei 2 gritos falando sobre respeito e desobediência e dei 7 chineladas, até hoje só tinha dado 2, porque quando fico com vontade de bater nela, bato na parede, tenho medo dessas coisas na raiva, minha colega de quarto sempre achou que o casal Nardone, matou a filha depois de um excesso de raiva, sempre que penso em bater nela, vem isso na minha cabeça, mas dessa vez eu bati. Claro, ela não ficou com nenhuma marca e nem espanquei ela, mas bati porque estar demais, depois pus de baixo do chuveiro e dei um banho, logo depois ela dormiu. Eu a abracei e chorei, porque sou boba, banana, mas tenho consciência que só eduquei a minha filha, que umas pomadas não mata ninguém, muito pelo contrario. Mas chorei porque foi a primeira vez, porque ela é meu amor, e é ruim vê-la assim tão desobediente ao
ponto de apanhar. Sabe, ser mãe não é fácil.. Ser mãe de uma menina desobediente é menos ainda :(
2° Nota: Maridinho Chegou!!
Então que eu estou em completa e total felicidade! Ontem de madrugada, sinto alguém deitar do meu lado e dizer no meu ouvindo: "Vim te cheirar!" Comecei a chorar -Banana- e abraçar ele. Meus dias foram tão tristes que só fiz me arrastar durante todo esse tempo, larguei até a internet, o que significa que estava muito mal mesmo, mas acabou! Ele já me dengou, já me amou e me contou que ele terminou o trabalho mais rápido e ganhou um dia inteirinho de folga, no hotel, com direito a pegar o que quiser, e ELE NÃO QUIS, PREFERIDO DEIXA A FOLGA PARA LÁ E VIM CORRENDO PARA CASA FICAR COM AS FILHAS DELE!!! Ai, que coisa linda, que coisa bela, TÔ TÃO FELIZ! :D 
Ps: Ainda vou falar sobre a festa de domingo, com direito a foto e tudo e também só vou ler todo mundo depois que quero curti o maridinho! \o/

11 comentários :

Sophia Pazos disse...

Pepi- Nem lembro quantas palmadas levei, e não morri e nem odiei mamy por isso, me fez bem, me fez respeitar e temer certas coisas, me fez gente! É ruím a sensação depois, mas como vc disse é palmada, não é espancamento. Ou vc acha que o método da cadeirinha supernanny funciona com todas as crianças???? kkkkkkkk
É fogo! Só vou saber quando for mãe mesmo...

Marido- oUnnnnnnn...meu deusu!!! Que amor!!! Aproveita bastante o maridão que ele merece, voltou mais cedo só pra ficar com vcs, muito lindo isso!!!! Bjuuuu

Gabriela Freitas disse...

Também não lembro de quantas palmadas levei, mas eu aprendi com elas, certeza!

Júuh . disse...

algumas palmadinhas não fazem mal a ninguém, você é uma mãe maravilhosa, e como mãe, você só corrigiu sua filha!

e que booooom que o Zé chegou amiga, é tão gostosa essa sensação do reencontro né? pois aproveite!

Beeeijo

Winny Trindade disse...

Eu falei que ia passar rápido e ele ainda voltou 2 dias antes!!

Abraço meu.

Ai, Pepi tem tanta sorte!

Mari disse...

Olha eu sou a favor da palmadinha que educa, pq tem criança que é impossível mesmo. Eu levei muitas palmadas e acho que isso não me prejudicou em nada.

Luna Sanchez disse...

Quando só a conversa e o castigo não resolvem não resta outra alternativa, né, Lara? Mas imagino que tu deva ter ficado chateada.

Que bom que o marido voltou! =D

Beijo, beijo.

Denise Portes disse...

Lara,
Tudo isso faz parte do educar, eu sei que as vezes é muito difícil. O importante é estar atenta.
Um beijo
Denise

Anônimo disse...

Ai também sou a favor de umas palmadas,cascudos(brincadeirinha)e o melhor de todos: TIRAR DA CRIANÇA O QUE MAIS LHE AGRADA(esse doi demais)e acho que é o mais eficiente....é cuidado com ira!cadeirinha já nao adianta hummmmmmmmmm,prepare-se...
Zé na área, APROVEITAAAAAAAAAA!
Besitos
Lejana

Mine Silva disse...

Eu já não sei o que fazer Porque a Layra é pior que o Ariel e tem horas que eu naõ me seguro depois de falar varias vezes ao longo do dia não mexe, coloca de volta, não faz isso cansa.
curta batante o maridinho!.beijos

Engraçadinha disse...

É... eles não fazem ideia de q bater doi mais na gente.
Mas sim, tem q educar, nem q a gente tenha q molhar o travesseiro depois. Certo, sem excessos!

Não seria interessante gastar toda a energia da filhota? Criança qdo faz uma sequência de merdas, é porque está entediada. Aluga um filme, ajuda a montar quebra cabeça, brinca com ela de esconde-esconde ou de dançar uma coreografia. Sei lá.. gasta essa menina. Acho q ela precisa. E esse tempo juntas, será tão marcante pra ela, quanto pra vc, sem choro ou chineladas!

Leka disse...

Você tá certa...umas chineladas não mata ninguém! Sou prova viva disso! Tomei umas surras que eram sinistras!huahauhua!Mas graças a elas hoje em dia sou menos pior!kkkk!
É melhor penélope apanhar de você hoje e aprender, do que apanhar no futuro "do mundo".

Hummmm...agora tá toda contente com o maridão né!Que bom que ele está de volta e vc está mais alegre novamente!

Obs: Tô pensando seriamente se um dia terei filhos kkkkk...que trabalheira..acho que vou ficar só com meu cachorrinho James cagão mesmo!kkkk!
bjs e paz!

Google Analytics Alternative