quinta-feira, 19 de maio de 2011

Cartas Para Alguém: "Você Desceu do Pedestal"








"Eu constantemente sinto saudade das coisas que perco, mas não as quero de volta. Já doeu uma vez."
[Caio Fernando Abreu]










"E assim eu sigo. Ontem li um texto que dizia que quando se ama alguém essa pessoa se torna parte de você, como se você fosse amarrado por uma corrente invisível e não importa quão longe você esteja, você sempre vai senti-la. Te sentir por muito tempo. Lembrei de você. E me peguei observando uma foto sua por um logo tempo. E perguntei por que criei tantas coisas em cima de você. Como alimentei algo que somente eu via. Quando amamos criamos coisas. Um "tudo bem" é entendido como se a pessoa estivesse de verdade preocupada com você. Uma música no rádio é entendida como um sinal de que vão ficar juntos. Um "eu gosto muito de você" vira um "eu te amo". Mas isso não é sua culpa. É MINHA! Eu criei muitas coisas em cima de você. Não só sentimentos. Criei atributos que nunca existiram. Minha admiração era por tudo que você me fez, mas o quê? Você fez o que qualquer um próximo de mim faria. Qualquer outro homem. Na verdade, você não fez muita coisa por mim. Por que você é fraco. No fundo eu sempre achei isso, mas admitir que você era fraco, era demais para mim. E assim eu fiz com muitas coisas. Fui apagando seus defeitos. As dores que passei por você. Qualquer pensamento negativo ligado a você. Apaguei tudo e só me lembrava das coisas boas. Do amanhecer. Do cheiro. Do sorriso.. Criei uma admiração que nem mesmo você sentia por mim. Na verdade, o que você sentiu por mim? Você mesmo é capaz de dizer? Na verdade, não se canse tanto. Nada disso importa mais. O passado não vai mudar. E se arrepender de qualquer coisa nessa altura da vida é burrice. Não tenho tempo. E no fim de olhar a sua foto e ter todas essas conclusões, vejo que a única coisa que nunca vou me esquecer de nos 2, foi meu amor por você. Esse amor que apanhou tanto, se entregou tanto, viveu tanto, se anulou tanto, que perdeu o amor próprio e não se permitiu, esse amor eu nunca vou esquecer, não por ter sofrido tanto ou por ter perdido o amor próprio, não, acho que o amor sem essas coisas não é amor, agente passa por certas coisas como uma prova, mas nunca vou esquecer pela experiência adquirida durante todo os anos que amei, por tudo que eu passei por esse amor, pelas coisas que eu perdi.. Não vou esquecer para não amar assim. E tenho aprendido. Descobrir que se permitir e amar e ser amada é mais gostoso. E não se preocupe, não sinto raiva, nem rancor, na verdade quero MUITO que você seja feliz, o que para minha saúde mental é muito bom, já que antes queria que o mundo desse várias voltas e você quebrasse muito a cara, hoje não, talvez pela indiferença quero muito que der tudo certo para você. Sem mágoa. Sem ressentimento. Vou te contar um segredo: Você desceu do "Pedestal".

15 comentários :

ariiadne veloso; disse...

Que texto viu!
Quando nos apaixonamos , ficamos cega , não vemos nada mesmo , quebramos a cara , criamos tantas imagens tantas coisas , e a espera pela volta do mundo é incansável , depois a gente nem liga pra isso né? acha pura bobagem ,porque é bobagem , passou!
Paarabéns pelo texto , adorei :D

Anônimo disse...

Eu simplesmente ADOOOOOOOOOOOOOOOOREI esse texto.

Sophia Pazos disse...

Uau!Esse final selou tudo!
Amiga, te vejo muito, mais muito madura hoje. Depois de tudo isso, vejo que vc tirou algo bom pra si mesma. Não há nada pior que esquecer o amor próprio em prol de outra pessoa, se anular.
Não há amor, paixão, admiração que resista a uma pessoa sem amor próprio. Te sinto mais segura hoje e isso me deixa feliz, não deixe ninguém apagar seu brilho novamente, vc pode tudo que quiser!! Bjus amada irmancita!

Winny Trindade disse...

Bom é isso de descobrir que parou de doer, que a realidade está bem clara e que, apesar de tudo, estamos felizes agora.
Bom foi saber que você se curou dessa pessoa que te fazia doer e que agora ela é apenas uma pessoa que passou pela sua vida, te ensinou coisas, te ensinou amar e se foi, porque agora tudo o que você aprendeu vai ensinar e aplicar a outro alguém.

Abraço meu, minha doce Lara.

Eu amo você.

P.S.: hoje estava conversando com um amigo sobre amizades a distância e falei de você e o quanto eu gostaria de ir te ver.
^^

Naty Santos disse...

faço minhas as palavras de Sophia. Te vejo diferente, mais centrada,com um certo brilho também.Não deixe ninguém apagar esse brilho que vc passar pra gente!! Beijos minha amiga!! Adoro vc!

Daý disse...

Larinha...
Que incrivel esse texto, o quanto eu me vi nele, refletiu em mim.
É tão bom quando para de doer, não é mesmo? E porque nós imaginamos coisas aonde não tem, as vezes sofremos porque queremos, ser tão ligada, faz isso.
Mas o bom é que passa, e quando passa a sensação é incrivel.
Beeeijo meu =*

Leka disse...

O amor idealiza demais mesmo e quando vem a decepção a dor é grande...
fico feliz que tenha superado, pois depois da decepção geralmente essa "venda dos nossos olhos" cai completamente!

Quanto ao livro já li boa parte dele, mas não terminei!
Coloquei no blog, pois até agora estou achando bacana!kkkk!

bjs, paz e bom final de semana!

Marcos de Sousa disse...

O amor é assim mesmo. Nos faz idealizar a pessoa. Às vezes penso que não amamos a pessoa, e sim a idealizaão que fazemos dela.

Beijos

Anônimo disse...

Tá cada vez melhor!!!!!!!!!final punk.
Nao seria melhor:
LHE TIREI DO PEDESTAL?????????KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK......
Besos
Lejana

Vanessa disse...

a d o r e i

http://pure-lovers.blogspot.com/

Ana Cris disse...

Eu amei muito uma pessoa na vdd ainda amo... msm sabendo que não sou nem nunca fui correspondida por ele, na vdd ele queria só passar o tempo eqto eu ia me apaixonando e mergulhando nesse buraco q ainda não consegui sair mas as vdd é q não me apaixonei por ele me apaixonei pelas minhas fantasias me apaixonei por alguém q não existe pois há uma diferença gigantesca sobre quem eu criei e quem ele realmente é....mas eu vou seguindo um dia de cada vez como quem larga um vício sujeita a recaídas a crises de choro e abstinência mas acreditando que tudo vai ficar bem....minha solidariedade a todas que se enganam e amam demais como eu amei...ótimo fds..super bj♥

disse...

Larinha, vou-te roubar a 1º frase, espero que não te importes, achei muito linda mesmo :) beijinhos!

Ruan Antoni disse...

'Quero falar em nome dos homens aqui. Não é apenas as mulheres que sofrem esse tipo de desprezo, admito que na maioria das vezes vem do homem, mas o seu texto consegui traduzir a minha historia, um amor que me acompanhou na infancia na juventude e agora entrando na fase adulta. Isso foi extamente o que eu vivi ! Parabéns vs consegui colocar alguns anos da minha vida em um unico texto . Beiijos

Kinha disse...

Deixar de idealizar o outro é o primeiro e principal passo para se conseguir desvencilhar-se de uma paixão que nos faz sofrer.

RosaMaria disse...

Adorei tudo aqui!

Beijos

Google Analytics Alternative