quinta-feira, 14 de julho de 2011

Na Minha Época de Escola..

             
Lá estava eu, esperando um ônibus e observando alguns alunos da minha antiga escola passar.. Até eu ouvir: "O quê? A diretora te pegou com ele? NO BANHEIRO??" A outra: "Foi.. Minha mãe vai me matar, vou ficar uma semana suspensa, a diretora já marcou a reunião com ela e a mãe dele, e ela disse que vai contar que eu estava BATENDO BOQUETE.." Neste momento parei de ouvir, porque fiquei chocada :o Não, não sejamos hipócritas, com 16, 17 anos (A idade que a menina aparentava) já tínhamos namoros quentes, peguetes venenosos que nós convencia a masturba-lo, não foi isso que me chocou, foi o lugar e ser pego. Me peguei pensando bestificada com cara de paisagem no ponto lembrando da minha época. Eu fazia essas coisas, mas na minha casa, na casa do namorado, no carro do pai do namorado.. Mas no banheiro da escola? Tipo, e minha antiga escola é um ovo, fazer uma coisa dessa lá na escola é a mesma coisa de chegar para a diretora e dizer que estava masturbando um garoto no banheiro da escola. Na minha época éramos mais inteligentes. Sabíamos até onde podíamos ir. Na verdade, na minha época, eu tomava suspensão porque fazia guerra de água, ficava dias sem ir para escola, porque brincávamos de jogar água um no outro, molhávamos a escola toda, e até uma professora de história uma vez, que não teve senso de humor e foi bufando para diretoria. Era bobagem, mas era mais saudável. Imaginem a cena: Minha mãe recebendo um telefonema dizendo que eu estava masturbando um cara no banheiro da escola.. Sério mesmo que eu nunca teria um blog, porque eu conheço minha mãe e realmente ela não me deixaria viva, ou deixaria marcas que eu nunca mais iria querer tocar um cara. Fora, que de verdade, nunca NUNCA namorei na escola, os caras da minha época eram muito babacas para mim, sem modéstia nenhuma mesmo. Tudo idiota e eu estava além do meu tempo. \o/
Me lembrei como os tempos mudarão, que antes meus amigos e eu, filávamos aula para ensaiar no fundo da escola, com um som super baixo, porque Odete gravava no "Gravador de voz" do seu celular e levava, ninguém de nos tinha mp3, mp4, mp50, ipod ou iqualquercoisas. Só tínhamos mesmo a gravação de Odete e éramos felizes por isso. Hoje, o pessoal fila para beber, fumar maconha e namorar, como eu mesma vi hoje levando Penélope para casa de minha mãe, um grupinho de no máximo 16 anos, bebendo, fumando cigarro e namorando. Como eu disse antes, NADA CONTRA A NADA DISSO, acho mesmo que você tem que viver cada dia da sua adolescência como se fosse o último, tem que experimentar de tudo mesmo, para criar sua personalidade e ter opinião própria. Tem que viver tudo bom, gostoso e ilegal, porque nessa fase da vida a única coisa que vão dizer de você é que é um adolescente que não tem nada na cabeça. Conheço pessoas que foram presa na adolescência e hoje com 35 anos quer se comportar como uma menina de 17, e ai não ouve que é só uma mulher que não tem nada na cabeça, é taxada (E é mesmo, no meu ponto de vista) de irresponsável, imatura, á toa que larga os filhos por uma festa. Hoje sou boa mãe também por isso, escolhi a opção de ter um filho e deixei todas as minhas loucuras para trás, as festas, as drogas, a curtição.. Porque VIVI muito, CURTI muito, BADALEI muito e agora não fico com esse sentimento de "Ai, eu não vivi nada.." Só acho que os adolescente de hoje dão ênfase a essas coisas, eu curti muito mais estudei muito também, respeitava o espaço do outro, quando tinha briga na minha época eu não ia armada para escola (:( Pena) como vermos por ai acontecer.. E no fim de todas as conclusões me peguei pensando em como será o futuro da minha filha, de como será a adolescência dela, se eu vou receber um telefonema da escola dizendo que ela estar no banheiro masturbando alguém.. Mas não se preocupem, se acontecer, vocês vão saber :(
Todas as Fotos Tiradas na Escola, Éramos bobos, Mas Felizes!

12 comentários :

Leu do ICEIA disse...

CARA DE
BOQUETEIRA
VC TEM MESMO.

Sophia Pazos disse...

Ai que texto mais verdadeiro!!!
É oq eu digo sempre, as coisas só tendem a piorar, o sexo que vc descobria com 16, 17, hoje vc descobre com 13. Crianças estão bebendo, fumando...tá tudo muito precoce. Eu fui uma menina muito certinha, a gente fazia programas saudáveis...minha mãe fiscalizava com quem eu andava e não me deixava namorar antes dos 16 e eu sempre respeitei meus pais, não vivi menos por causa disso. Tenho boas lembranças tb, guerra de batata frita no mac depois da aula, matar aula pra ver filme de terror, mas nunca fui suspensa não, nem nunca chamaram meus pais na escola pq na minha época se respeitava mais a hierarquia professor aluno, hoje o aluno bate no professor se for reprovado. Quando mudei de um colégio tradicional que estudei desde meus 6 anos e fui pra um particular mais menor vi as drogas de frente, os alunos usavam lança perfume na sala, eles levavam dentro do potinho de colírio, eu sempre tive muita personalidade quanto a isso, nunca usei e nem tive curiosidade.
E o sexo descobri com meu marido e era incrível pq ele era mais velho e não era idiota, foi no momento certo. A juventude tá cada vez pior e tenho receio tb de criar meus futuros filhos nesse mundão.
Bju

Lília disse...

Outro dia eu conversava com uma amiga da minha da adolescência, a gente relembravas as merdas que nós fizemos, as coisas proibidas e comparávamos com os adolescentes de hoje. O que vimos foi que as merdas continuam as mesmas, mas o respeito ao outro e principalmente aos pais se foi há muito tempo!

A gente nunca faria uma merda desse tamanho em uma escola do tamanho de um ovo, não porque éramos santas, mas porque a gente respeitava e temia o professor, a diretora e principalmente nossos pais...

Hoje, isso não existe mais e eu nem sei porque ainda nos chocamos!

PatríciaM' disse...

Gostei imenso do comentário da Sophia Pazos , é verdade . Cada dia que passa as pessoas estão cada vez piores a verdade seja dita . Já ninguém respeita ninguém como antes . Beijinhos* Saudades tuas Lara :')

Keila disse...

Larita se os banheiros, quadras e muros das escolas falassem... nem te conto amiga-de-infância.

bjs

Andressa disse...

realmente é triste saber que as crianças não tem mais infância...
ainda bem que aproveitei bem cada fase da minha vida.

♪ Sil disse...

Infelizmente é a juventude de hoje!

Que pena!!!

Beijoooo Lara!

Salto Partido Alto disse...

O jovens descobrem-se cedo e os valores muitas vezes se perdem.
Ótimo post.
Adorei o Blog!

Luna Sanchez disse...

O mundo está acelerado, sim, Lara. As coisas estão mudando e não para melhor...

Um beijo.

Leka disse...

As vezes sinto falta dos tempos de colégio...é bem verdade o que dizem:
Quando a gente tá na escola quer logo termina-la, mas depois que acaba dá maior saudade!

bjs, paz e bom final de semana!
http://guerradosmundosleka.blogspot.com/

.Intense. disse...

Então, xô falar. Com essa idade eu já tinha namorado firme há um tempão. Mas eu não fazia isso no banheiro da escola não, hein...nem no meu, nem no de ninguém, ENFIM. Fui sonsa e inocente até bem mais velha, se vcs querem saber, hahaha....

Não sei se é falta de limites. Acho que, nesse caso, é um pouquinho de falta de noção MESMO. (banheiro de escola, #wtf?)

:*

Sixx disse...

Pior q tá assim amiga, um mundo nojento.
O melhor da adolescencia são as merdas que a gente faz, mas tem que saber fazer.
Se eu fosse essa menina aí, eu me matava.

Beijo pra ti e bom fds!

Google Analytics Alternative