segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Me sinto bem onde estou, com quem eu sou..

Falo, falo, falo e saem por ai várias interpretação. Hoje me peguei pensando: "Como as pessoas me vê?" E essa pergunta ficou matutando na minha cabeça o dia todo. No ônibus, de volta para casa, percebi que a última vez que tive esse tipo de dúvida eu deveria ter uns 20 anos, não sei se é o amadurecimento, o crescer, que nos faz deixar de lado tanta coisa que antes era motivo de explosão. Não que 375 coisas ainda não sejam, apesar dos meus 24 anos, me sinto super infantil, ainda pego as coisas para mim, as pessoas ainda me machucam, eu sinto tudo e minha primeira reação quando sinto dor, ainda é chorar, sinto tudo, frieza não trabalhamos e lá estou eu chorando o mundo, mesmo quando é somente raiva sendo colocada para fora. Mas no fundo, fazendo uma analise de quem eu sou, para aonde vou, que tipo de monstro me tornei.. Gosto do que eu vejo. Se me contasse quem eu seria hoje a uns 10 anos atrás, eu riria, não levaria a sério, porque eu me tornei muito mais do que eu esperava, me sinto bem onde estou, quem eu sou, porque aprendi a me permiti, não crio limites, deixo eu ser muitas coisas e a sentir muitas coisas, basta eu me sentir bem, basta eu querer, sempre o meu eu, sempre o meu ego, sem se importa se vão gosta e ai que eu percebo que não sou mais aquela menina que não vestia vestido porque se achava feia, essa menina foi deixada para trás em algum momento da minha vida, em algum daqueles momentos que eu não tinha nada, que vivia em busca da minha personalidade perdida, em uma dessas a deixei para trás e me vi mais forte, a cada dia, a cada ano, sempre muitas, mas sem perder a essência.. Hoje me encontrei, leio livros porque eu gosto e não para parecer culta ou para fazer resumos como minha vó pedia, hoje vou um dia de salto para trabalho, outro de sapatilha e o outro de Havaianas e nem por isso aposentei meu All Star, curto qualquer música que eu ouça e dance um pouco ou que me conquiste de alguma forma, seja por letra, ritmo, melodia.. Mas continuo ouvindo rock, na verdade, hoje em dia mais feliz do que antes, que tinha vontade de ouvir outras coisas e me sentia como se estivesse traindo o rock só porque curtia outras coisas também, parei de me achar feia, na verdade, eu sou linda LINDA L-I-N-D-A e depois que descobrir isso, não me sinto nem humilde para dizer ao contrário e nem acho ninguém mais lindo que ninguém, tudo é questão de angulo, posição, do seu olho e muita MUITA maquiagem, aprendi a ser vaidosa, a amar batons e esmaltes, que mesmo gorda eu tô bem, não sinto vergonha das minhas gorduras e nem as escondo mais, e a única pessoa que pode se incomodar com isso, me ama assim ^^ que posso ser sincera independente de qualquer coisa, lamento se as pessoas não goste, sinceridade não é grosseria, aprendi isso e me sinto bem melhor, nada de ficar pressa para agradar, isso com certeza foi deixado para trás, parei de gastar minha educação com pessoas que não valem a pena, não importa quanto educada eu seja, elas vão falar de mim sempre e sempre serão falsas, tirei tudo de podre que existia na minha vida a uns 2 anos atrás, hoje não sei lidar com isso e nem tenho tempo, como disse antes, continuo chorando, POR TUDO, a diferença que eu não me importo mais se as pessoas me acham boba por isso, se me acham louca por eu chorar com propaganda de cachorro ou Glee, essa sou eu, haaaa.. Melhor: Eu assisto teatro, filmes, amo ballet, música clássica e posso discutir abertamente sobre qualquer assunto que esteja acontecendo no mundo, e ainda assisto seriados com historias cafonas e BBB. Sou muito mais do que as pessoas vêem ou acham, porque eu aprendi a respeitar a diferenças, parei de querer me mudar só porque eu não me encaixo nos padrões, a aceitar a opinião alheia e não impor a minha, e eu acho que esse é o grande lance da vida e para um mundo melhor: Aprender a aceitar as pessoas como elas são e as opiniões que a maioria das vezes não é igual a sua, mas aceitar, depois disso você vai se sentir bem melhor, você aprende a não se importar, eu ando assim: Não me importando, a um ponto que se as pessoas não me lêem, desculpa Brasil, são elas que estão perdendo, meu ego está em um poder enorme, de um jeito em que eu ouço as músicas no último volume e canto com meu inglês de quinta sem me envergonhar disso, ou melhor, eu tiro fotos dançando e coloco no blog sem me sentir ridícula por isso, esse é o meu lugar, essa sou eu:

   
   
Ps: Tinha acabado o texto e a nova música da Mallu caiu como uma luva, estava assistindo tv e ouvir a música que diz exatamente tudo que eu quero dizer com esse texto, corri e pus aqui =)

16 comentários :

.Intense. disse...

Eu ri lendo seu texto pq outro dia me peguei falando pra Paula 'daí a Lara vai chorar, pra variar', hahahaha...pq acho MUITO engraçado sua facilidade em se emocionar, se expandir, se mostrar. E de cá de longe, te acompanhando nesses tempos, eu tb gosto muito do que vejo agora. Mas vejo tb que vc é uma mulher em mutação, em expansão, crescimento, transformação....e que muita coisa vai te mudar ainda, pra melhor. Pra melhor pq vc já aprendeu a aceitar a vida, entender que não é tudo que a gente pode ir contra e que, na maioria das vezes, o que parecia um desastre, pode ser crescimento. E isso é muito bonito.

Meu texto de hoje lembra bem as coisas que você escreve, principalmnte pq nasceu de uma auto-análise que, por sua vez, nasceu de uma análise alheia que foi um tapa na cara...mas daí eu fiquei pensando e cheguei à conclusão que, tem gente que não me conhece e quer falar. Eu, que convivo comigo todos os dias, todas as horas, todas as dores, todas as alegrias, me acho o bastante, mais do que o bastante, e me amo muito como sou.

E eu não gostaria de ser outra pessoa. Ou seja: nisso nós concordamos, né?

;)
;*

Júuh . disse...

Você é linda e eu adoro vc, assim, exatamente do jeito que você é!

Beeijo Larita :)

Natália disse...

Fico feliz. Muuuuito feliz por vc. Estou bem o contrário de você. Nada feliz com quem eu sou, com onde estou. Espero que isso mude logo..

E.. qndo vi q tinha postado malu magalhães, pensei 'xii..', mas, olha.. malu me surpreendeu! Gostei muito da letra e do vídeo!

Leka disse...

Olááááá!

Eu também ando menos presente na blogosfera...mas sempre venho aqui no teu cafofo!

Tomara que Deus queria a loja, porque tô bem esperançosa nela!kkkkkk! Agradeço o carinho!

É legal a gente vai amadurecendo, e vamos aprendendo a nos aceitar e dar menos valor as críticas destrutivas das pessoas...é verdade que nesse processo (pelo menos comigo foi assim)a gente passa por umas "crises existenciais", mas no final a gente se encontra! As vezes encontramos alguns preconceitos quanto a nossa "visão de vida perfeita", mas e daí né! O importante é se sentir realizada e segura de si mesma!

bjs e boa semana!

Devaneios de Leyanne Luz; disse...

"Como as pessoas me vê?" me pego pensando assim tbm, ;//

Sophia Pazos disse...

"Se me contasse quem eu seria hoje a uns 10 anos atrás, eu riria, não levaria a sério, porque eu me tornei muito mais do que eu esperava..."

Vc resumiu como eu me sinto hoje. Eu sempre me achei o zero a esquerda, a perdedora, a sem graça e tímida. Vc tem noção de quanto a gente muda, e pra melhor??? O melhor sabor é ver pessoas que te subestimaram tanto, olhar pra vc hoje boquiabertos e surpresos...vc chegou lá garota, nós chegamos lá...

Bjooooo

Winny Trindade disse...

Sim, você é linda, nunca achei o contrário!!

Estou morta de saudade.

Abraço forte meu, minha doce amiga Lara.

Nise disse...

Estava ouvindo o clip de Malu Magalhães quando abri seu blog, e quando vi que vc tbm postou o vídeo, pensei, que coincidência! Amei o seu post, me identifiquei bastante. Principalmente com a parte de trair o rock kkkkkkkkkkkkkk. Também me sinto assim, meio adolescente e meio adulta. Mas muito feliz por ser a pessoa que sou e me tornei. Também não era vaidosa, fui furar orelha depois dos 15 anos. Nossa! foi bom ler esse post, lembrei de coisas boas.P.S. tbm choro por tudo, ainda.Beijos.

Teorias de Gi disse...

Sabe eu to lendo seu blog desde o começo (ainda to em novembro de 2010 mas acho q vou terminar este ano ainda kkkkkkk)e não pq vc disse " quer me conhecer leia meu blog todo" mas pq queria realmente ver tudo do começo pra quando dizer aqui a palavra amiga, saber q é sincero e que sei pelo menos um pouco de sua vida

Mas o que eu vi até agora é uma menina doce com as pessoas q lhe valem o seu tempo e que é super emotiva (uma qualidade q eu admiro pq me acho fria na maioria das vezes)uma pessoa q aprendeu a se valorizar e que com certeza merece ser muito feliz...

E essa é voce, vc não deve explicações cada ser é unico e especial a sua maneira. Eu to aprendendo muita coisa lendo o seu blog, aprendendo a me valorizar mais a não ligar tanto para as outras pessoas pq não sei se fariam o mesmo por mim e a desejar a morte daqueles que naum vou com a cara kkkkkkk (isso foi brincadeira).

Acho que este foi seu melhor texto, nele vc conseguiu dizer tudo, acho q sei mais sobre vc nele do que no seu blog todo, e me vejo em algumas partes tbm...

Beijusssss querida e continue assim pra cima!

Ariadne Veloso disse...

Nossa, eu amei o texto, amei mesmo.
Você é super transparente e se ama, acho que as pessoas quando gostam de si mesmo, mostram para os outros uma coisa ótima.
Beijos Lara e que tudo continue do mesmo jeito, que se for de mudar que seja pra melhor.

Rafaele Cristyne disse...

Gostei muito do post, Lara! Muito mesmo! Eu tbm acho você linda, inteligente, engraçada, muito fofa e gentil. E acho que é essa, sim, a maior vitória da vida: ver quem você se tornou e gostar disso, estar satisfeita, feliz.
Que muitos outros dias possam te deixar feliz por esse pensamento.

Sophia Pazos disse...

Coloquei esse clip no meu facebook, e olha que detestava Mallu, acahava ela uó demais, mas ela está a coisa mais linda e a música é perfeita! Me identifiquei muito tb!

Bjuuuuuu

Bibia Bueno disse...

Tem pessoas que não aceito, não. Para isso que existe a opção de bloquear no Facebook. Mas se as pessoas podem ser o que elas são, porque eu não posso ser quem eu sou??? CHATA. Hahahaha! Claro que não estou falando de você! :***

Jéssica. disse...

Depois de alguns posts tristinhos, foi muito bom ler esse seu otimismo, esse lado Lara "foda-se o mundo, essa sou eu!". E falando sério, que linda essa música ein? *-*

Daý disse...

A sua vida é um filme com certeza, desses da gente dá muitas risadas, e refletir sobre tudo um pouco!
Menina guerreira, admiro você!

Um beijo carinhoso, obrigado por estar sempre presente, mesmo que não venha sempre, vou sempre voltar aqui pra te dar um beijinho....

Linda Lara! *.*

Engraçadinha disse...

Não sou fã de Mallu, mas menina, como ele está mulher e esquelética!
Ela está linda. Infelizmente está se transformando (musicalmente) no Marcelo Camelo, ainda sim, são coisas do amor né?
A gente meio q vira o outro.
Do seu post, meu comentário acima serve pra esse também.
Bj.

Google Analytics Alternative