sexta-feira, 10 de junho de 2011

Eu Já Fui: Mônica

A 10 anos atrás eu estava no auge dos meus 14 anos. Era uma das melhores fase da minha vida: Quando eu era roqueira! Se houve algum fato ruim nessa época, nem eu mesma consigo recordar, só me lembro de coisas boas: Dos melhores amigos que alguém pode ter, da música boa, dos banhos de rio, dos luau's.. Lembro também que nessa época estava namorando Gary* um cosplay de Renato Russo. Gary foi um daqueles namoros de menina só por conveniência, foi meu último namoro bobo, depois dele viria Johnny. Eu gostava dele, não exatamente como deveria, mas ele era louco, confuso e muito MUITO parecido com Renato. Ele era apaixonado por Renato Russo, a voz dele era igualzinha e ele passava horas no meu quanto cantando Legião. Namoramos uns 3 meses, minha mãe adorava ele, o pai dele me adorava e éramos aquele casalzinho de roqueiros fofos, sebe? Foi um relacionamento super divertido. Nada sério, mas muito divertido. Terminei com ele, porque não gostava dele e ele fez uma serena para mim com a música "Eduardo e Mônica", ele dizia que era nossa música. Como não tinha nada na cabeça voltei para ele. Depois de algumas semanas ele recebeu a notícia que a mãe dele tinha morrido, ele passou por uma fase muito difícil e eu estava do lado dele, foi super estranho, porque eu mesma me cobrava o tempo todo que tinha que dar total atenção a ele. Ele não ficou bem, chegou um dia lá em casa, dizendo que a "fantasia acabou" e me deu o cd "Dois" de Legião Urbana. Depois disso, soube que ele tinha se mudado e uma amiga em comum disse que ele falou: "Dei o cd que ela mais gostava, ela nunca mais vai se esquecer de mim.." O cd era o meu preferido (Hoje é "Plateia Livre" 1 e 2) e chorei no dia que ela me disse isso, continuei ouvindo todas as tardes como se ele ainda tocasse lá no meu quarto. As minhas preferidas sempre foram "Índios" e "Andrea Doria". No fim do ano passado, me encontrei com ele, fiquei super feliz de saber que ele estar bem, noivo, fazendo faculdade e ele disse que eu ainda era a preferida do pai dele. E me perguntou do cd, disse que continuava no mesmo quarto que ele tocava todas as tardes, nos desejamos sorte e seguimos nossas vidas. Lembro que desde que comecei com o blog, sempre pensei em falar sobre o Gary, ele não entra na linha da importância dos "Eles foram três.." Mas participou de uma das melhores fases da minha vida. Essa semana, quando entrei no twitter e vi todos falando sobre o filme "Eduardo e Mônica" fiquei super curiosa, quando assistir me arrepiei e chorei muito, claro, tirando o fato que sou banana e choro por tudo, lembrei dessa época gostosa, de Gary, dos amigos loucos, do dominó, do vinho vagabundo e daquele que me embalava nas minhas melhores e piores tardes: Renato Russo.

Filme: Eduardo e Mônica


*Nome Fictício 

13 comentários :

Júuh . disse...

#vergonhaalheia das minhas paixonites do passado! kkkkkkk sem comentários, mas ô epocazinha boa, sofri tanto, chorei tanto! cada paixãozinha um baque! kkkkkk

Então baby, meu blog antigo é o www.levementedoce.blogspot.com

Beeijoca!

нєllєи Cαяoliиє disse...

Hahaha!
Ah,Lara,tão bom nos pegar rindo e se emocionando com esses momentos bons né? coisas que nos faz ver que a vida realmente vale a pena se pararmos pra ver e sentir!
Ainda não vi o filme,vou procurar pra assistir,e Renato Russo?tudiboom :)
Beijos
Lindo fim de semana pra ti viu?

Sophia Pazos disse...

Eita amiga chorona e saudosista...kkkkkkk
Eu vi esse clipzinho e achei fofo, mas não vou mentir aqui, é até vergonhoso dizer isso, mas nunca tive 1 cd do legião. Sei quem foi Renato Russo, sei da sua importancia pra uma geração, mas não sei onde estava quando todo mundo tava ouvindo legião, provavelmente estava no meu mundo da lua...kkkkk
Mas é gostoso relembrar, e menina, vc ainda teve a oportunidade de reencontrá-lo!!! Oq vc sentiu??? Nadinha??? Acho que se reencontrasse uma pessoa em especial, sei lá, ia ser punk. BjuBju

Por que você faz poema? disse...

E o dia dos namorados de Eduardo e Mônica?

ariiadne veloso; disse...

Eu vi hoje , achei tão lindo , tão *-*
você não é banana e sim humana , também sou assim , choro com tudo , me emociono arrepio HSOAHSOAHSOAHS , essas memórias são as melhores , ainda mais com relações a musicas *--*

нєllєи Cαяoliиє disse...

Ahhhhhh,siim!
entendi agora :)
nem tinha parado pra ver o video,gostei,vou levar pro orkut rs
Beijo,Linda.

Madame disse...

Ja tibe minha fase Renato Russo, com 15 anos, no auge do cd acustico MTV...lembro de como cada paixao era uma loucura...epoca boa.
Eu vi o video e adorei,perfeito!

bjus

Queremos falar de música! LET'S TALK ABOUT MUSIC disse...

Oi Lara!!
Haha
Que legal sua história!
Namorou um 'Renato Russo'? rsrs
Foi roqueira? Sério??
Eu não me considero 'roqueira' por alguns esteriótipos por aí, mas sou fã de rock desde que me entendo por gente rsrs
Ouvi falar desse filme da Mônica
Verei o trailer :)

Bom final de semana
;*
Marina
Venha falar de música conosco!

♥cinderela♥ disse...

:) Adorei !
Bjs meus adorada !

Marcos de Sousa disse...

Todo mundo tem essas paixões loucas. É divertido lembrar. Percebemos como éramos tão idiotas. ahuahasusasa

Beijos

Leo disse...

Ah, sabe que eu não to querendo ver o filme? eu acho que vai acabar com a imaginação, fantasia e magia que sempre tive ao imaginar tudo isso ouvindo essa canção. rs

Um beijooo!!!

Winny Trindade disse...

É estranho pensar nesse tipo de passado. Lendo seu texto fui lembrar dos meus 14 anos... Er tudo tão diferente.

Abraço meu, minha Lara!

Juuh Peralva disse...

Aii amigaa
choreei também!!!!
LINDOOOOOOOOOOOOOOOOOOO

Google Analytics Alternative