segunda-feira, 4 de abril de 2011

Eu Sou Como Eles..

Então que começou a reforma daqui de casa. E eu fui praticamente posta para fora. Passei o dia com minha mãe. O que é muito complicado.. Desde os primórdios, quando comecei a viver sozinha eu nunca gostei de muita bagunça, desorganização, gente falando alto, entre e sai, som e televisão ligados ao mesmo tempo.. E isso tudo você encontra na casa de minha mãe com a família reunida. Depois dos 16, eu descobrir o que é silêncio, limpeza constante, organização e acabei ficando meio ranzinza. Quando chegava os fins de semanas que minha mãe iria passar em casa, eu odiava. JURO! Tudo que eu mais preservava ia embora, eu acordava as 06:00 da manhã de um sábado com som alto, a casa não ficava limpa ou arrumada, porque minha mãe é a pessoa mais desorganizada que eu conheço. Tá, confesso que tenho problemas. Que piro com sujeira, desorganização e horários. Mas ela é psicotica. Eu passava a maior parte do meu fim de semana na rua. Qualquer lugar era melhor do que os ataques de minha mãe. Tudo me irritava. E acabávamos brigando.. Essa fase acabou. Fomos respeitando um o espaço da outra e sobrevivemos a todos os ataques. Toda a adolescência. Mas hoje eu descobrir que de fato, minha mãe não muda com a desorganização..
Fui toda pomposa as 10:00 da manhã para lá. Casa totalmente desarrumada, minha mãe na igreja (Já contei aqui que a maioria das pessoas da minha família são evangélicas?). Minha irmã fazendo a unha. E a casa um caos. Tentei arrumar, mas lá também estar em reforma e mesmo eu tentando dar um jeito.. Não adiantou. Larguei meus tocs de lado e resolvi ver minha família. Dei muita risada com minha irmãs. Penélope brincou o dia todo com a prima preferida dela. E minha prima apareceu toda sorridente para meu lado (Todos que me acompanham sabem de qual prima estou falando.. Se não clique aqui) e eu como não iria perguntar o que aconteceu para ela ter parado de falar comigo, me tornei uma pessoa monossilábica, balancei muito a cabeça e teve horas que ignorei e fingir que não era comigo mesmo. Ai vem o falso moralismo de minha mãe e "Ela tava falando com você e você toda fria" E eu "Deve ser porque parou de falar comigo só por esporte e agora que fingir que nada aconteceu" Não sei lidar! Na verdade fico vendo como família é uma parada super estranha: Todos falam mal um do outro. Isso aconteceu hoje na minha casa: Quando uns estava falavam de outros, quando alguns dos que estavam falando saiam, os outros falavam mal. Teve uma hora que eu sair do quarto e minha mãe pediu para compra um refrigerante e eu "Eu não.. Daqui a pouco eu saiu e vocês começam a falar mal de mim.. Não darei espaço" Todos riem. Mas não sei lidar.. Não sei lidar com metade das coisas que acontecem com a minha família e como sou diferente e tenho opiniões diferentes, não sou aceita. Tipo, hoje em um diálogo com minhas tias e irmãs, elas falavam mal de uma prima e eu questionei "Já pararam para pensar porque ela é assim? Você tia, foi o tipo de mãe que não deixou ela viver na juventude? Talvez ela seja assim por isso" Pronto! Eu me pergunto até agora porque eu abrir a merda da boca para defender e expressar minha opinião sobre uma pessoa que nem falava comigo. Mas falei e ouvir várias coisas e no fim que eu era da família errada, observem: Ser justo é ser errado! Mas o dia correu bem, eu definitivamente não me acostumo com a bagunça, com a gritaria, com o povo falando mal, com a as loucuras.. Mas é minha família e antes de ir embora, abracei a minha mãe e pedir para ela orar por mim e ela disse: "Não se preocupa! Todos que gostam de ti oram por você! E as orações chegam como perfumes doces nas narinas do senhor!" Achei tão lindo e foi ai que mesmo com tudo que eu odeio.. Nasci na família certa!

13 comentários :

Anônimo disse...

UUUUUUUUUUUUUUU,Lindas palavras da desorganizada!adorei o post!
Acho que isso acontece com a maioria das famílias....sao pessoas do nosso convivio por isso descemos o sarrafo!
BEIJO
Lejana

Negação de Irene disse...

Oi, menina! Não mudei tanto quanto você pensa. sempre gostei dos assuntos "um plouco mais fúteis" como roupas e sapatos", o que não me impede de ser profunda, centrada ou de ter vivência. tive de excluir o blog porque ele poderia ser facilmente usado por certas pessoas para me prejudicar. Ali havia elementos demias de meu trabalho e de minha vida pessoal que poderiam ser usados contra mim (chamar o promotor de jumento, por exemplo, rs) entre outras coisas.
E quando vi nas estatísticas de origem de tráfego os ID's de algumas pessoas que sei que me detestam... você sabe que quem tem c... tem medo, não é? kkkk
No fundo sou a mesma, mas prefiro que todos pensem que não passo de uma fútil que não entende porra nenhuma da vida a usarem meus ´pensamentos e opiniões, Na minha posição profissional, Preciso estar sempre resguardada. É fato. Mas sempre que você estiver precisando de um "puxão de orelha" (rs) estarei aqyui, pode ter certeza que estarei aqui.
quanto aos problemas com família, aceite. Eles nãovão mudar porque você quer. A mesma coisa te digo do jeito desorganizado da sua mão. Paciência: ela é assim e nada vai mudar isso. você escolhe se quer ficar velha antes da hora e convivendo direto com brigas por causa de limpeza (ou falta dela, kkk) ou se prefere relaxar e curtir a companhia de quem lhe cerca da melhor forma possível: apreciando as cosas boas e TENTANDO deixar as ruins em segundo plano. vive-se bem melhor assim, vai por mim. não tõ dizendo pra você ser uma idiota e aceitar tudo calada. Só tente ser UM POUQUINHO mais fexível pelo seu próprio bem estr e sua saúde mental, ok?
Beijos e conte sempre comigo!

Andressa disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
família né?
uma coisa incrivel, mas a gente acaa amando mais que tudo

Sophia Pazos disse...

hahahahahaha...vamos juntas ao terapeuta tratar desse toc por limpeza??? Quem sabe a gente não ganha um desconto?
Larinha, vc resume em belas palavras oq acontece em várias famílias, é difícil acreditar, mas no meio familiar tb entra: FOFOCA, INVEJA, ÓDIO... e no fim das contas a gente releva pq é nossa família, fazer oq?

bjus

Valéria Ferreira Bernardo disse...

Amiga ta ai uma coisa q é preciso fazer curso é se dar bem com familia, conselho seja super educada e mantenha distãncia!
bjk

dear sarah disse...

É, quando a gente passa a viver uma vida diferente, voltar à antiga é complicado.

Que essa obra acabe logo logo né amiga..? rs

beijokas! saudades de conversar.

Naty Santos disse...

Lara, eu estou besta com esse texto,é tudo o que eu queria falar de uns dias pra cá...mais estava dando um tempo... Olha só, descobri que temos algo em comum,exatamente em tudo o que você falou neste texto. Eu sou doente por limpeza,não gosto que cheguem pra fazer bagunça na minha casa,fico louca.Na casa da minha mãe (quando ela era viva) era assim tbm...nod finais de semana era um caos DA DESORDEM, com meus irmãos,primos e sobrinhos bebendo, assistindo, comendo,BAGUNÇANDO...kkkkkkkkk (Apesar de sentir saudades da família reunida) Mesmo sabendo da FALSIDADE da maioria, ainda assim, pelo menos eu tinha uma mãe.

Fernand's disse...

putz,
gosto das minhas coisas limpas e prganizadas.

não tem como ser diferente!



sorte aí!
bjsmeus

Denise Portes disse...

Essa história de família é complicada, pois na verdade é o lugar onde somos exatamente quem somos.
Um beijo
Denise

Cristal - a louca. disse...

Amiga essa parada de família é foda, porque né? Realmente falamos mal um dos outros, e caso não tenhamos ninguém para falar, arrumamos uma vizinha lazarenta para ter o que comentar; quando eu morava sozinha era tipo vc, mania de coisas em certos lugares, chaves cigarros, sabe? Melhor coisa é só se apavorar com as sus coisas, se os outros não tão nem aí, despreocupe-se também, mesmo que te incomode no começo, depois passa. Ou não.


Beijundas

Luna Sanchez disse...

Eu também detesto bagunça, fico puta com desorganização...

Beijo, querida.

ariiadne veloso; disse...

Também não sei lidar com pessoas que fingem que nada aconteçeu , depois é rancorosa e tudo mais.
familia é um caso sério , maaaaas fazer o que né? HSOAHSAOSH
beeeeeijo :*

Keila disse...

Uma estranha no ninho... mas perfumando o nariz de Deus. Lindo isso.

Bjs em vc

Google Analytics Alternative