segunda-feira, 13 de setembro de 2010

José Mayer, O Pai Cuidadoso..

José Mayer(Que acabei de descobrir que é Mayer e não Maia, como sempre pensei..)apareceu no fim do meu relacionamento com Russell, ele era legal e extremamente bom de cama(Ainda é..), com isso as noites se tornava divertida e excitante, com isso uma gravidez indesejada era óbvia demais..Para saber mais: Não Quero Você Essa Noite..E Nenhuma Mais!

Zé Mayer foi um bom marido, bom pai e se não fossem um celular e uma carteira de motorista tudo teria corrido bem, não descobriria as 375 amantes que ele tinha, as namoradas, as casadas..Na época descobrir que não conhecia a pessoa que eu dormia todos os dias ao meu lado chamando de pai, isso mesmo PAI! Ele cuidava de mim, fazia tudo por mim, me dengava, mimava e se eu aceitasse esse homem que se transformava quando saia de casa, continuaria tendo tudo isso..Mas não aceitei, era demais saber que meu marido tinha outras, na verdade lutei contra isso, perdoei e acabei me transformando numa pessoa que eu também não conhecia:A mulher traída, detetive e apaixonada!
Eu transformei minha vida em um inferno em busca de falha do Mayer para provar pra mim mesma que ele não prestava, rasguei carteiras, quebrei tudo, descobri o passado das mulheres que ele se envolviam e pisava na cabeças delas, como se pisassem em cabeça de cobra, não me orgulho disso, deixei de viver, não dormia direito, emagreci, fiquei destruída e não tinha ninguém com quem contar, era extremamente só e fui me afundo em um poço aonde nada tinha cor e que talvez eu morreria..Continuei apaixonada por Mayer, eu analisava que eu descobria tudo, brigávamos e eu volta a ficar com ele, como uma família feliz..Então de que adiantava fuçar? Sofrer e descobrir o verdadeiro Zé Mayer se continuaria envolvida em sua teia de aranha? A ficha foi caindo, fui ficando com raiva de mim, me sentindo tão suja quanto ele, fiz o blog, postava desesperadamente aqui afim de desabar a dor e descobrir que 375 mulheres conhecia essa dor e me diziam:- VAI PASSAR!
Depois das descobertas nada era como antes, eu desconfiava de tudo e quando ele abria a boca, pra mim só saia mentiras..Ai veio a gota d'água, Zé Mayer estava se relacionando com uma menina 2 prédio depois do nosso..Ali foi o fim, fechei o círculo, vi que nada adiantava, meu casamento tinha chegado ao fim, e tudo foi se transformando, vi Zé Mayer como uma pessoa mentirosa, falsa, cínica, sem caráter, pequeno, imundo..A raiva ainda existia, e com o passar desses dos meses se transformou em indiferença, claro, Mayer é pai de minha filha e vamos conviver pra sempre, mas sem a paixão, com respeito, difícil ainda dizer com carinho, por que foi tudo muito duro pra mim, mas não quero que sofra, não por mim, mas por minha filha que tem uma relação ótima com ele e que ele a ama muito..Esse é Zé Mayer, quem me acompanha desde o começo sabe que ele é! Mas sobrevivi, me sinto curada e nunca vou esquecer da lição, o trauma de homens assim ainda existe e como tudo só o tempo para curar, aprendi com o que passei..

"Hoje cheguei a conclusão que depois de 16/11/07 (Dia que Traí Russell), vejo que o tempo foi rápido comigo! Vendo de outro ângulo, foi bom, o back foi do grande, mas cair do 8° andar, não do 20°.."  Lara Mello

P.s: Dêem um Gravador a Dona Desse Blog..

3 comentários :

Sophia Pazos disse...

Oi Lara!!!
Como cheguei agora, naum tinha acompanhado sua história, daí resolvi dar uma olhada geral em vários posts seus desde o início...
entendi o quanto importante foram esses 3 personagens em sua vida, o quanto vc foi guerreira de passas por isso e estar firme e forte, claro que com momentos de vulnerabilidade (quem não os tem?).
Vi fotos de sua filhinha, seu tesouro...muito lindaaaa...
Rachei de ir com os posts de saco cheio de pessoas escrotas ( me identifiquei horrores) afinal ás vezes tb prefiro me fechar pro mundo do que conhecer certas figuras interesseiras, sanguessugas...vc passa a preferir e gostar de ser só...é loco mas é verdade!!! kkkkkkkk
Reparei que escreve subtendido pq gosta e só abre sua vida até onde quer, me encantei por sua forma de escrever e conhecimento acumulado, concerteza resultado de muita leitura, gostei desse blog pq gosto de blogs mais pessoais, acho vc corajosa em naum se importar com opiniões alheias de quem ACHA e JULGA ter uma vida melhor
( sempre existirão pessoas para te colocarem pra baixo)alguns são EXPERT no assunto, seria tão simples se o ser humano tratasse os outros como gostaria de ser tratado...soa clichê, mas PORRA, é simples!!!!
Ahhh...que redação...kkkkkk
Por último, não sei se vc continua dona de casa por opção,mas, amei a forma com que nos defendeu ( sou dona de casa por opção!!!!) e percebo exatamente oq disse. Adoro ser DONA DE CASA, poxa, será que é um crime? Na sociedade de hoje além de ser crime, é vergonhoso, digno de pena, te olham torto... sinto muito mas amo oq faço e não quero agradar a sociedade, quero ser feliz!!!! Dona de casa não é sinonimo de mulher submissa, relaxada, mal amada. Obrigada por esse post.
Bju . Falei horrores!!!!

Naty disse...

Olá Lara!! Tudo em cima garota??
Que bom q gostou do UF(Univer Feminino). Eu tbm me divirto muito com seus textos,criativos e com uma dose certa de humor! Gosto mesmo!
bjusssss LINDA!

Jéssica Mariane :D disse...

:O
ZÉ ''maia'' tinha 300 e poucas amantes? ;OOOOOOO

sério ?

Google Analytics Alternative