terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Nostalgia

Hoje eu tive um sonho estranhíssimo, não que eu vá me aprofundar, mas acordei nostálgica, lembrando dos tempos que minha maior preocupação era se eu iria para o show do Charlie Brown Jr. ou não, se minha mãe iria aparecer no fim de semana e estragar com meus planos, se teria grana para beber que nem louca, se iria passar de ano, se morreria aos 20 anos, porque a bruxa disse isso um dia para mim.. E olha, minha vida não é nada daquilo que eu imaginava, não estudei dança e nem abrir uma escola, não casei com Pedestal, não aprendi a tocar violão, não montei uma banda, não fiz jornalismo, não tive filhos com 30 anos, não fiquei solteirona, curtindo o mundo como eu desejava, não aprendi a perdoa - Isso não mudou mesmo - Não virei uma super gata, com o corpo perfeito e nem rata de academia, não parei de usar óculos =/ Não ando mais com pessoa que achei que carregaria para o resto da minha vida, na verdade: Não falo com a maioria delas. Não engulo mais sapos, não sou mais boba, não me iludo mais com palavras, não aturo pessoas desnecessárias.. Ai, nem vou entrar nessa parte, senão vou me estressar. Mas tive uma adolescência MUITO boa, eu vivi MUITA coisa, me permiti, me joguei, fiz tudo de certo e de errado e trago comigo uma experiencia enorme, e foi exatamente por isso que não me tornei uma daquelas pessoas frustadas, que tem 30 anos e se comportam como se tivessem 17, que levanta a bandeira 'Eu não vivi nada..' Não, eu vivi sim, me arrependo de muitas coisa e me orgulho de outras - Uma vida sem arrependimento não tem sentido nenhum - Eu quebrei muito acara, magoei muita gente, ri, fui feliz, fui muito infeliz, tive depressão, tentei me matar - Me odeio por te feito isso - Mas aprendi com cada uma dessas coisas, cresci com cada experiencia de altos e baixos, alegria e tristeza, e mesmo não não realizando nenhum dos meus sonhos, não ter feito metade das coisas que eu imaginava para meu futuro - Até porque poderia ter realizado todos e não está como eu queria está - Eu estou exatamente aonde queria está, porque o grande lance da vida é está como você queria está, e eu queria está feliz, não ser, porque não existe a possibilidade de ser feliz, a felicidade são vidrinhos que são abertos de vez em quando, então não podemos ser felizes sempre, só podemos está.. e bem, EU ESTOU!

14 comentários :

Natália disse...

Tão bom que você esteja feliz!! Ainda não cheguei lá.. =/

Mas é como vc disse: a felicidade são vidrinhos que são abertos de vez em quando.. só que meu estoque de vidrinhos anda praticamente zerado.. shit!

Feliz por vc! =*

Rafaella disse...

O importante é viver cada momento, cada fase pois passa rapido...
Muitas pessoas deixam a vida passar, sem experimentar coisas boas ou ruins...
Nada melhor do que olhar para tras e ver que teve uma infancia ou adolescencia boa...
Bjs

Lais Azevedo disse...

Ontem eu estava pensando nisso também, mas meu problema é querer dar um passo maior que minha perna, tenho apenas 20 anos e vivo reclamando que não fiz as coisas que queria ter feito e tenho medo de me tornar uma adulta frustada.
E vc queria fazer Jornalismo, é??
Eu faço e sou apaixonada por essa profissão.

Bjooo

Leka disse...

É verdade...as vezes também lembro de algumas coisas da minha adolescência...mas apesar de algumas coisas que não realizei gosto da minha vida e assim como você aproveito meus "vidrinhos" que são abertos!kkkkk!

Beijão e bom feriado amiga!

Denise Portes disse...

Lara querida,
Sim, você é uma pessoa que viveu e vive intensamente e de uma sensibilidade e uma inquietude que faz a vida pulsar, Parafraseando Roberto Carlos: “Se chorei ou se sofri o importante é que emoções eu vive”. Você é pura emoção e eu adoroooo.
Beijos, saudades
Denise

Não concordo com o titulo, eu acho que deveria chamar: Dicas.

Denise Portes disse...

Lara querida,
Sim, você é uma pessoa que viveu e vive intensamente e de uma sensibilidade e uma inquietude que faz a vida pulsar, Parafraseando Roberto Carlos: “Se chorei ou se sorri o importante é que emoções eu vive”. Você é pura emoção e eu adoroooo.
Beijos, saudades
Denise
Não concordo com o titulo, eu acho que deveria chamar: Dicas.
Vale esse.

Flor disse...

Eu queria ser feliz sempre e ainda que não tivesse graça, queria poder decidir por isso. Mas como você disse, eu tb estou bem e satisfeita. Obvio que não 100%, mas to legal, seguindo a vida.

aaah, você gostava de Charlie é?! rs

Beijos

Winny Trindade disse...

Também estava pensando na quantidade de coisas que não foram como o planejado. Mas, no fim, o que vale mesmo é se estamos bem.

Abraço meu.

Páginas Da Minha Vida disse...

Lara,

este post é um dos textos mais lindos que já li nessa blogosfera.Sério.Adoro textos reflexivos, cheio de sinceridade.Li e me identifiquei com muitos trechos.

Mas é isso aí,nada nessa vida é por acaso.Tudo é aprendizado.

bjs

AquilesMarchel disse...

com certeza um dos melhores textos que vi no seu blog

de dar um nó no peito

boa lara!

▒▓█► JOTA ENE disse...

ººº
Excelente narrativa ...

Beijo(ta)

Tay disse...

Fico feliz qnd vejo alguém feliz assim...ando procurando a tal felicidade, mas ainda n encontrei...kem sabe um dia né? Bjsss

Taiane Brito ;* disse...

O bom da vida é mesmo ser feliz Lara. Estou na fase dos 17, ja quis tanto morrer e hoje só quero me jogar na vida, errar, acertar, quebrar a cara, me reerguer, porque quando for mais velha quero olhar pra trás e dizer que tudo o que fiz valeu apena, até as coisas pelas qual me arrependo.
Reconheço que a felicidade é um vidrinho que só pode ser aberto de vez em quando, mas te desejo doses e mais doses desse vidrinho todos os dias da sua vida e que esta fonte nunca seque para você.
beeeeijos

Sophia Pazos disse...

Isso aí!
É um pouco assustador quando fazemos essa reflexões pq nos concentramos em tudo que não fizemos...kkkk
Mas olha tudo que vc já fez??? Vc VIVEU intensamente tudo e deve se orgulhar disso.

Bju amore

Google Analytics Alternative