terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Cartas para alguém: Cansada

"Estou começando a ficar cansada. E tenho muito medo disso. De me cansar, de desgostar, do desamor.. Tenho medo porque construir uma historia com você, mesclada, feia e bonita, cheia de quedas e de vitórias, alegria e tristezas e sobrevivemos, seguimos juntos, enfrentamos todas as barras e continuamos de pé, me orgulho de ver onde chegamos, principalmente que nos mesmos não acreditávamos que estaríamos aqui, juntos, felizes.. Mas existe as pequenas coisas, 'aquelas' que vai matando e falamos, falamos e não saímos do lugar, e eu começo a me sentir cansada, e diferente de antes em que eu me sentia sozinha, fraca, perdida.. Me sinto forte, acredito que posso cair e levantar sozinha, que posso seguir meus passos sem achar que vou escolher a minha melhor roupa e vou me matar a qualquer momento, sei que vou sofrer, mas que posso continuar, que vou chorar e também sorri, que nada é para sempre e que posso sim, seguir adiante, com ou sem você. E eu mesmo me assusto com todas essas conclusões, de acreditar que, apesar de tudo, ficarei bem, porque não me vejo sem você, porque acho que você é minha vida, que é uma coisa que eu tenho orgulho de ter lutado e que ainda sim, eu não passaria por nada novamente, não iria lutar mais, não me sujeitaria a nada.. Esse é meu modo de amar, amar com sofrimento, não mais. Sabe porque? Aprendi a me amar, amadureci minha forma de amar e aprendi que eu mereço e QUERO ser feliz, independente de quem ou qualquer coisa! E quando vejo as pequenas coisas, a cabeça dura, o não ceder, o não orgulho, a indiferença.. Começo a ficar cansada, a querer desisti e se isso vier acontecer.. Será tarde demais."

12 comentários :

Bibia Bueno disse...

Ixe, às vezes me vejo escrevendo isso. Mas não sempre! :X

Sophia Pazos disse...

Putz,
Essas pequenas coisas é que matam, elas desgastam relacionamentos e amizades. Vc vai aturando até certo tempo, depois chuta o balde...

Calma Larinha, ainda é início de fevereiro, não desista...

BjoBjo

Pri Dias disse...

Ô Larinha, acho que esse foi um dos textos mais tristes que vi por aqui. =/ .
Que a tristeza passe logo :)

Cristiano disse...

Post desabafo... espero que o recado chegou...

:)

Keila disse...

Chega aquela fase do amadurecimento : "eu me basto". E a gente começa a colocar na balança o que é bom e o que é ruim... não existe ganho sem ônus. Junto com a pessoa amada, vem as suas manias, chatices, frustrações, arrogâncias, medos... casamento é isso.
bjs e força sempre.

Will e Fá disse...

Penso que é só um Cansaço mesmo, vai passar...


Beijão,
Fá!

Will e Fá disse...

Já ia esquecendo de contar, baixei as músicas do Glee e estou ouvindo freneticamente! Como puder viver sem isso, Brasil!kkkkkkk

Pam disse...

Desanima não, menina flor... tenta, e de novo e de novo...Sempre! =)

Beijos Pam,

http://pamelabento.blogspot.com/

Tay disse...

É tão ruim qnd essas coisas acontecem que desgatam o sentimento, a pior parte da história.
Bom conhecer uma conterrânea por aki.

Bjss Tay

Pull or Push? disse...

Ai que texto lindo.. Lara, acho ótimo que vc tenha desenvolvido essa auto-estima e esse auto-amor. Pq isso é muito importante pra pessoa viver bem, se sentir bem. E também pra conviver melhor com as pessoas, pq quando nos amamos sabemos conviver melhor, sabemos escolher melhor nossas relações, não nos deixamos ser abusadas, usadas, as vezes até humilhadas.

Por outro lado, convivência é uma coisa muito difícil. Nunca ninguém se dá 100% bem com ninguém. Pode dar assim, quando a gente se vê só nas horas boas, nos finais de semana e coisa e tal. Mas vai dividir uma VIDA com uma pessoa, vai dividir CONTAS com uma pessoa.. putz! aí a gente vê o tanto q a convivência é uma coisa complicada. E, por isso, só com MUITO amor. Então, pensa nisso tbm.. pondere o q fulano tem de bom e tem de ruim e pense o q é mais importante para vc. Quais as qualidades (no geral, não nessa pessoa) que vc mais preza e quais os defeitos que vc menos tolera. Acho q uma convivência, pra dar certo, tem q ser uma união entre duas pessoas q se amam, se respeitam, se atraem mutuamente e que as qualidades de cada uma sejam muito importantes para a outra e que os defeitos de cada uma estejam na categoria do 'suportáveis' pela outra. Pq, olha, perfeição não existe...

No mais, fico feliz q vc saiba q hj pode seguir bem sozinha, pq isso é primordial. Até mesmo pq pra estar realmente bem com alguém, a gente tem q ser capaz de estar bem consigo mesmo!

Bjao.. precisando, cê sabe, ne? Toda ouvidos! Bjao!

Natália disse...

comentário acima é meu, haoihaoiue

Teorias de Gi disse...

é as vezes isso acontece, mas basta um momento feliz pra todos estes pensametos irem embora tão rápido quanto vieram, viver a dois é dificilé uma luta diaria e os dois lados tem q saber ceder se não, não funciona.

Mas penso exatamente assim, quando chegar o fim vai ser pra sempre (sempre digo isso ao meu marido)!

Mas é como eu disse isso sempre acontece, mas vc é mais forte e vai dartudo certo! beijussss!

Google Analytics Alternative