domingo, 16 de setembro de 2012

Uma das piores noites do mundo..


Sou daquele tipo de pessoa que vai até o fim. Nunca perde. Aquela que não desiste, que não admite que não conseguiu, porque acha que ainda não acabou, e só acaba quando eu ganho. Então não importa quantas quedas, desilusões, dores, desgaste e potes de confiança e lealdade sejam quebrados, se eu ainda não ganhei, eu também não perdi. E isso tem muito haver com minha teimosia. Eu sou teimosa pacas, do tipo que nem admite que errou, que sempre está certa. Tenho desculpa para tudo e olha, eu nem sei menti bem, mas inventar desculpa, opa, tamo ai. Essa sou eu, no fim dos meus 24 anos, sentindo aquela mesma sensação de quando tinha 19 e se sentia meio perdida por ai, que dizia que não tinha nem vergonha na cara e estava em busca da minha personalidade perdida, essa sou eu mesma agora. O tempo todo me sentindo um fracasso, e nem sei explicar metade dessas coisas, como se estivesse com a vida falida e sem sentindo algum, aquele momento que você olha e fica pensando "Mas ué? Eu já não passei por aqui?" Como se tivesse dando voltas e nunca seguindo em frente, que começa a gritar, mas cadê alguém para lhe ajudar ou até mesmo escutar? É essa parte que você se ver sozinha. E começa: "Pessoa que não desisti, teimosa, perdida, sem sentido nenhum na vida e ainda por cima sozinha? Certeza que é o fim do mundo!" E eu sinto ele chegando, eu sinto as coisas acabando, sinto "vidas falidas" e você tem a opção de admitir que fracassou, que perdeu e coloca a placa na porta de falência, mas talvez não seja tão fácil assim. Não para mim, não essa que sou, que não perde nunca, ainda não acabou enquanto eu não decidir que acabou, mesmo parecendo, mesmo que lá no fundo eu já tenha assumido para mim mesma que já acabou, enquanto eu não falar.. Então, seguimos em frente ou em círculos.

Texto escrito ás 00:49 do dia 16/09/2012 Em uma das piores noites do mundo..

6 comentários :

G.K.B disse...

Mas o que houve nessa noite?

nah disse...

oi colega...
Bom só queria te abraçar e dizer que vc ñão ta sozinha.
mais sou só alguém que lê seu blog.

Então só posso dizer que entendo, e admiro a sua teimosia, pq vc vai fazer dar certo.
Aceitar a "derrota" é mto fácil.
Difícil e mudar a situação.

:D
Te desejo força! E torço pra dar certo, pq parece clichê, mais só vence quem persiste!

♥cinderela♥ disse...

100 ANOS DEPOIS APAREÇO ...
e NÃO ENTENDO O POST!!!
hahahahahahha
Bjs meus!

Natália T. disse...

"não admite que não conseguiu, porque acha que ainda não acabou, e só acaba quando eu ganho" -> Eu acho que essa é a MELHOR posturas que alguém pode assumir diante da vida. Sério! Pode parecer aquela coisa meio 'paralamas do sucesso' de 'quem acredita sempre alcança' mas, é verdade. Desistir não adianta, só faz de nós uns derrotados. Se você se propôs a algo, vá até o fim! Se outras pessoas conseguiram, pq vc não conseguiria? Né? Também penso assim!

E os tombos existem aos montes, as noites insones, os momentos de solidão, os momentos em que pensamos que estamos sozinhas nesse mundo e NADA faz sentido. Mas.. o q dá pra fazer? Levantar a poeira e continuar lutando.. é só o que resta..

e saiba q pode contar comigo, de coração =*

Vinicius Valente disse...

Acabei de conhecer esse blog, e puxa... Muito bom! ^^

Me identifiquei bastante com esse texto, porque já passei por várias noites assim, e te entendo. Mas, olha, às vezes, a escuridão nos cega a ponto de não vermos o mundo como ele realmente, e aí passamos a idealizar monstros que são bem menores do que nós "vemos".

Mas não se sinta sozinha. Você tem a você mesma, e isso já o passo inicial pra sair dessa. Fica bem! :)

Ah, e muito prazer! :)

Cristiano disse...

Nao sei o que rolou... mas tem uma frase que gosto e uso/falo sempre.

Não posso mudar o inicio, mas posso mudar o final.

Google Analytics Alternative